Pernas de Fora!

Já estamos no finalzinho de outubro e já, já o verão “bate” na porta, e com isso as peças ficam mais leves, alegres e curtas, o que exige uma boa preparação, não é? Afinal, para se jogar nas sainhas e shortinhos, é preciso estar com as pernas em dia!

O Básico do básico

1- Dieta já!

Não sou favorável a dietas, pois acho que o que faz realmente diferença a longo prazo é a reeducação alimentar, mas não custa encarar uma dietinha para eliminar os últimos quilinhos extras, aqueles que o inverno deixou de lembrança. O melhor aqui é fazer substituições inteligente, trocando as versões normais pelas integrais, e os leites e derivados normais pelos desnatados.  Aposente o refrigerante, reduza o consumo de gorduras e de fast food e tente não cair em tentação ao menos durante a semana. Isso ajudará!

 Pernas de Fora!

2- Bora malhar!

Para exibir pernas definidas, os exercícios localizados e as atividades aeróbicas são bem importantes. Aproveite para pedalar, para caminhar, para fazer agachamentos e para se jogar no treinamento funcional, que ajudam muito a manter as pernas mais firmes – e bonitas! Não tem tempo? Isso não é desculpa! Salte um ponto antes do local de trabalho, vá na padaria a pé e use a escada ao invés do elevador. Escada, aliás, é tudo de bom para as pernas, sabia? E o melhor: não custa nada!

3- Dê adeus à gordura!

Investiu na dieta, caprichou na atividade física e as gordurinhas localizadas, sobretudo “aquelas do joelho” não foram embora? Existe solução! O que não faltam são tratamentos feitos em clínicas estéticas e consultórios dermatológicos que  atacam as gordurinhas localizadas, a exemplo do ultrassom focado, que destrói as células de gordura e estimulam a formação de um novo colágeno, o que garante bons resultados já de primeira, com redução de até dois centímetros de circunferência em uma única aplicação, que pode ser repetida  cerca de 45 dias depois da primeira.

4- Tchau celulite!

Essa praga é difícil de exterminar, viu? Além de dieta equilibrada, é preciso investir na atividade física, nas massagens, nos cremes e nos tratamentos estéticos, já que a celulite tem várias causas, precisando, então, ser atacada de várias formas. Os locais mais propícios para o aparecimento da celulite é nas pernas, na parte de trás da coxa, no culote e logo acima do joelho, área de tratamento mais complicado pois, nesse caso, a celulite está relacionada à flacidez.

O certo é que para conseguir atacar de forma certeira, é preciso primeiro identificar o que causou a celulite, se foi a alimentação errada, o excesso de peso, a falta de atividade física, problemas hormonais, remédios ou mesmo  questões genéticas. Identificando a causa é muito mais fácil realizar o tratamento correto, já que o “remédio” será direcionado. Dos tratamentos estéticos, a drenagem linfática é dos mais utilizados, já que ela  ajuda na drenagem do líquido retido, que causa  ou intensifica a celulite, mas pode-se usar também as massagens modeladoras, o infravermelho, o laser e outros tipos de massagem que estimulam a circulação, ajudam na drenagem dos líquidos, estimulam o colágeno e melhoram o fluxo sanguíneo.

Cuidados dos Bons

1- Esfolie, esfolie e esfolie!

A louca da esfoliação ataca de novo, né? Amo! Já fui de esfoliar o corpo todo dia, mas é claro que estava errado e tomei alguns esporros. Daí aprendi que o certo é uma vez na semana se o esfoliante for mais concentrado, ou até três vezes se a versão for levinha. A esfoliação deve ser feita na hora do banho e faz um bem danado pra pele, já que remove as células mortas, desobstrui os poros, deixa a pele lisinha, uniforme, reduz a formação de pelos encravados e garante um bronzeado muito mais bonito. No mercado e nas farmácias existem sabonetes e cremes esfoliantes de diversos tipos, pra todos os bolsos e gostos, mas dá também pra fazer um esfoliante caseiro com a misturinha de açúcar e mel, ou fubá e mel.

2- Pelos encravados nunca mais!

Tem coisa pior que se acabar na academia, fazer dieta, seguir tudo certinho e acabar com as pernas empipocadas de pelos encravados? Ninguém merece! E se não bastasse o fator estético, eles ainda doem, o que é pior! Pra evitar que isso aconteça, a esfoliação é uma das melhores alternativas, assim como a hidratação caprichada. Cuidado, também, com o tipo de depilação, pois ela é uma das grandes responsáveis pele encravamento dos pelos. Quem puder, invista na depilação a laser, que reduz bastante o problema.

3- Hidratação nunca é demais!

Pele bonita é pele hidratada, macia e sedosa. Não tem o hábito de usar hidratantes? Reveja isso! Escolha um bom hidratante e aplique nas pernas todos os dias, ao menos duas vezes ao dia. Isso ajuda a reforçar a barreira cutânea, mantém a pele macia, evita o aspecto “fubento” e ajuda a manter a elasticidade em dia. Optem por hidratantes mais potentes, com ureia, ou incrementem o que vocês já têm com bepantol líquido, que melhora a hidratação.

4- O fim dos pelos!

Tem coisa mais chata que depilação? A cera dói, a lâmina e quase todos os outros métodos dão resultados curtos e a gente fica sem saber o que fazer pra livrar a pele dos pelos, não é mesmo? Pra quem segura bem a dor e pode dispor de uma boa quantia, a melhor opção é investir na depilação a laser, que ajuda a eliminar os fios grossos e finos e, dependendo do laser, pode ser usado em peles claras e em peles escuras. O problema aqui é a dor, que é um problema para quem não tem muita resistência, como eu, por exemplo, que sou covarde pra dor! Contudo, a dor pode ser aliviada com anestésicos, que ajudam muito a reduzir o desconforto. Além da dor, o preço também assusta, já que o valor médio de cada sessão é de R$1.000,00, e são necessárias de três a cinco sesssões, uma a cada mês.

pernas bonitas verao3 Pernas de Fora!

5- Pernas bronzeadas!

Poucas coisas são tão simples e dão um resultado tão bom pra beleza das pernas como o bronzeado. Ele disfarça as celulites e as gordurinhas,  e deixa as pernas muito mais bonitas. Não toma sol? Não tem problema! Autobronzeador existe pra isso, né? Eles agem de maneira simples, não provocam danos, são facilmente aplicados e garantem um efeito imediato que escurece progressivamente. Ou seja, quanto mais você usa, mais bronzeada a pele fica! Adoro o autobronzeador do Boticário e o da Panvel, mas o que não faltam são opções!

6- Estrias? Disfarce!

Lidar com estrias é difícil porque elas são resistentes ao tratamento. Existem muitos tratamentos disponíveis, como ácidos, laser, carboxiterapia, dentre outros, mas é o microagulhamento que vem ganhando força no tratamento das estrias vermelhas e brancas. As estrias vermelhas são mais fáceis de tratar e respondem mais rápido e melhor ao tratamento, de modo que são necessárias, em média, quatro sessões para que elas apresentem melhora significativa. Já no caso das estrias brancas são necessárias, em média, seis sessões, sendo uma por mês para que os resultados apareçam.

A técnica usa agulhas bem fininhas para “perfurar” a pele, o que gera microtraumatismos que acaba estimulando a formação de um novo colágeno, o que melhora significativamente a estria, tanto em relação a textura da pele quanto no relevo a aparência geral das estrias. A técnica é um pouco dolorosa e é necessário usar um anestésico tópico para aliviar a dor. As sessões custam R$850,00 cada e podem ser feitas em clínicas e em consultórios de dermatologistas.

 7- Xô varizes e vasinhos!

Tá aí uma coisa que incomoda muito a mulherada: as temidas linhazinhas que tomam as pernas e as deixa com uma aparência nem um pouco legal. As causas das varizes são muitas, mas estão relacionadas, via de regra, com a má circulação, razão pela qual as técnicas continuam sendo as mesmas de antes. A parte boa da história é que essas mesmas técnicas, que são conhecidas e seguras, evoluíram. Tanto é que o repouso exigido após os procedimentos já não é obrigatório em todos os casos. No mais, as diferenças aparecem mais rapidamente.

As alternativas são muitas e vão ser escolhidas de acordo com cada caso, e envolvem laser, radiofrequência ou as chamadas aplicações. As aplicações consistem em injeções com determinadas substâncias que geram a vasoconstrição, enquanto que a radiofrequência aquece o sangue e queima a parede interna dos vasos. Há, também, a cirurgia, que vai agir removendo as veias “doentes”. A escolha do melhor método é individual e vai levar em conta o histórico do paciente, a genética, os hábitos  de vida, o histórico familiar, o fumo, o excesso de peso e a prática ou não de exercícios físicos.

Não tem varizes e não pretende ter? Comece a se cuidar o quanto antes! Como fazer isso? Controlando o peso, praticando atividade física e fazendo exercícios que estimulem a circulação, como caminhadas, corridas, alongamento e subir e descer escadas, por exemplo. A prevenção é, com certeza, a melhor opção, pois é muito melhor evitar o problema que tratá-lo depois, não é mesmo?

Cuidem das pernas e arrebentem no verão!

Beijos

Ju Lopes

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votes)

JULIANA LOPES – Baiana que detesta o calor, advogada, leonina até o último fio de cabelo, hiperativa, escreve sobre quase tudo e é viciada em cosméticos, maquiagem, livros, viagens e boas risadas. Já fez vários cursos, desde Astrologia a Feng Shui, seu hobby é escrever e ela dá pitacooo em tudo aqui no blog. Escreve nas colunas Saúde, Dieta, Beleza, Cabelos, Moda, Tamanho GG, Papo de Mulher, Livros e Tutorial de Maquiagem. E-mail: Julianalopes@patricinhaesperta.com.br

Conte-nos o que achou da matéria usando o Facebook

nossa rede