Dieta das Oito Horas

CLIQUE AQUI PARA RECEBER DICAS DO PATRICINHA ESPERTA EM SEU E-MAIL

É engraçado como de novembro a março surgem dezenas de dietas novas, que prometem uma perda enorme e – quase sempre – milagrosa de peso. E mais engraçado ainda é que a gente corre para fazer, né?

As últimas dietas famosas que rodaram o mundo sempre tinham um livro por trás, como a dieta Dukan, a dieta da proteína e muitas outras. E a nova dieta, que vem causando reboliço mundo a fora, é a dieta dos oitos dias, que também tem um livro por trás. O livro, aliás, que foi escrito por Peter Moore e David Zinczenko é um sucesso de vendas, claro, o que é fácil de entender quando se sabe que ele promete quilos a menos comendo de tudo. Sim, tudo mesmo!

O segredo, dizem os “criadores”, é comer tudo, mas apenas num período de oito horas, como, por exemplo, de 7 da manhã às 3 horas da tarde, ou 10 da manhã às 6 da tarde, ou qualquer outro horário que você deseje. Conforme divulgação do Daily Mail, os autores entendem que a atual onda de obesidade que assola o mundo está relacionada com o fato de que ficamos até mais tarde acordados, e comendo sem parar. De acordo com os dois, se comermos durante todo o dia, sem hora para parar, o organismo não consegue processar o que foi ingerido, e as calorias extras, que são muitas, tendem a ir para a barriguinha e para o bumbum.

 Dieta das Oito Horas

Segundo eles, pode-se perder até 4,5 kg em uma única semana, e nove quilos em seis semanas, se a alimentação for feita no lapso temporal de oito horas, que cada um escolhe de acordo com os seus hábitos.

Os criadores da “dieta” atribuem à luz artificial esse consumo exacerbado de alimentos, vez que, segundo eles, foi a partir da criação dela que estendeu-se o período de refeição, e isso é um problema, já que nós estamos submetidos ao chamado ritmo circadiano, que é o período de 24 horas, e, de acordo com esse ritmo, há com a noite um “sinal natural” de que é hora de parar de comer.

Comer até altas horas levaria, assim, ao descontrole do sistema digestivo, com a consequente instabilidade dos hormônios e enzimas que controlam o funcionamento intestinal. Com a nova dieta e o prolongamento do lapso temporal entre as refeições de um dia e outro o organismo tem mais tempo de queimar as gorduras estocadas para, assim, ter a energia que necessita para funcionar perfeitamente. Isso acelera o metabolismo e leva a queima de mais calorias, tanto durante o dia, quanto durante a noite.

Bom, achei a coisa um pouco “falha”, sobretudo por prometer menos 4,5 kg (oi?) em uma semana. O que eu acredito, de verdade, é que só perde peso quem se reeduca, quem passa a comer de forma equilibrada e quem associa a prática de atividade física a essa mudança alimentar. É só assim que eliminamos peso e conseguimos manter esse peso, que é a parte mais difícil. E vocês, o que acham?

Beijos

Ju Lopes

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 8.0/10 (5 votes cast)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: +4 (from 4 votes)

Conte-nos o que achou da matéria usando o Facebook

nossa rede